Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


12084003_808431719269821_2145767653_n.jpg


Tenho o coração partido em mil pedaços. A cada dia que passa parte mais um bocadinho e cada um desses bocadinhos tem um pedaço de ti. Tem as memórias que teimam em ficar e lembrar-me o quanto a vida era maravilhosa ao teu lado. Foste o melhor de mim, e dei-te o melhor de mim. Conheceste-me como mais ninguém conhece mesmo que não soubesses disso. Fizeste de mim uma pessoa diferente, ensinaste-me tanto.
Tenho um aperto tao grande no peito, uma dor tao forte… pensar que os sorrisos mais verdadeiros e as lagrimas mais sinceras foram a ti que as entreguei. Pensar que nunca mais te vou ver ou falar contigo faz com que todos os pedaços em que o meu coração se partiu se multipliquem e aquele (meu) coração que um dia te pertenceu se transforme em partículas quase que invisíveis.
Como vai ser a minha vida agora?! Como vou viver sem saber como estas, como vou habituar-me a não te ter “presente”?!
Esta dor está a matar-me por dentro! Perdi o amor da minha vida mas acima de tudo perdi o meu melhor amigo!
O que vou fazer quando tiver saudades? O que vou fazer quando não aguentar mais a vontade de falar contigo? Eu sei que tenho de ser mais forte que isto mas não tenho forças. Queria ser como tu e não consigo… o meu mundo esta a desabar em cima de mim e eu não consigo fugir, as minhas forças foram embora, contigo.
Como se aprende a viver a partir do zero? Quis-te como se fosses meu quando na verdade nunca o foste.
Tu seguiste a tua vida e eu continuo parada no tempo, a querer-te como no primeiro dia.

 

POR: Ivete Gomes, blog Sweetener

Autoria e outros dados (tags, etc)



Sobre mim